Infectado por covid-19 após transplante de medula, morre vocalista da banda Roupa Nova

0
481

Artista ficou famosa pelas interpretações de Canção de Verão, Whisky a Go-Go, Volta pra mim, A Metade da Maçã e outros sucessos da banda

Aos 68 anos, morreu nesta segunda-feira (14), no Rio de Janeiro (RJ), o cantor Paulo César Santos, o Paulinho, vocalista da banda Roupa Nova, um dos maiores sucessos na Música Popular Brasileira (MPB). Paulinho seria mais uma vítima de complicações causadas pela covid-19.

A informação do falecimento do artista foi confirmada pela sua assessoria de imprensa, que disse vir se recuperando de um transplante de medula óssea realizado há cerca de três meses. Durante o período de reabilitação, contraiu a doença causada pelo novo coronavírus e precisou ser internado no início de novembro.

Paulinho começou no Roupa Nova no final da década de 1970, quando banda ainda se chama Os Famks, formada por Cléberson Horsth (tecladista), Nando (baixista) e Kiko (guitarrista), que na dácada seguinte mudaram o nome para Roupa Nova.

O vocalista ficou famoso pelas interpretações de “Canção de Verão”, “Whisky a Go-Go”, “Volta pra mim” e “A Metade da Maçã”, dentre outros sucessos da banda.

Paulinho era pai Pepê Santos, baterista da banda Jamz, e também da cantora Twigg, que participou do álbum comemorativo dos 35 anos de carreira da banda, “Todo Amor do Mundo” (2015).

Nota do Roupa Nova

“As luzes do palco se apagaram. Infelizmente o nosso querido Paulinho não resistiu.

Acabamos de receber a notícia que ele veio a falecer de falência de múltiplos órgãos após ser acometido pela infecção do vírus covid-19.

Paciente decorrente de outras comorbidades, entre elas um transplante de medula óssea devido a um linfoma. Ele teve uma parada cardiorrespiratória hoje, que levou à parada dos órgãos. Nossos agradecimentos a todos que oraram e pediram por ele. Deus o receba de braços abertos!”.

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação