Vasco quer anulação da partida contra Internacional por problemas com o VAR

0
457

Clube questiona o primeiro gol dos colorados 

A partida entre Vasco e Internacional foi marcada por um lance polêmico envolvendo a arbitragem no primeiro gol dos colorados. Em meio a isso, o clube comandado por Vanderlei Luxemburgo entrou com pedido de anulação da partida, alegando defeito no equipamento de VAR e prejuízo para a equipe da casa, mas, em nota, a CBF contesta.

O problema aconteceu ainda no primeiro tempo, num lance de bola parada, no qual Rodrigo Dourado abriu o placar em posição duvidosa. O procedimento padrão era chamar o árbitro de vídeo para checagem, porém a linha do VAR estava ‘descalibrada’ e a decisão do bandeira em campo foi acatada sem consulta à tecnologia.

Com a vitória por 2 a 0, o Internacional continua na liderança, com 69 pontos e o Vasco é o 17º, com 36 pontos, um a menos que o Bahia, o primeiro fora da zona de rebaixamento.

O departamento jurídico do Vasco queria anexar à súmula da partida o protesto contra a falha do VAR  mas o documento não foi recebido pela arbitragem. Os vascaínos vão pedir a anulação do jogo.

Os advogados do clube vão entrar no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), nesta segunda-feira (15), e também vão enviar ofício à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para questionar o problema do equipamento da arbitragem de vídeo.

Nota da CBF

A Comissão Nacional de Arbitragem solicitou à empresa Hawk-Eye, responsável pela operação dos equipamentos do VAR, esclarecimentos sobre a questão técnica que prejudicou a utilização das linhas de impedimento em um dos lances do jogo entre Vasco e Internacional, válido pelo Campeonato Brasileiro, realizado neste domingo, dia 14.

A Comissão destaca que o lance, do primeiro gol do Internacional, mesmo assim foi checado pela equipe do VAR, não sendo constatado nenhum erro claro da arbitragem de campo. Portanto, conforme os princípios do Protocolo do VAR, foi corretamente mantida a decisão de campo de validar o gol.

(Com informações do GE e da Coluna do Fla e imagem do blog Flávio Amendola – Atualizada às 21h25)
Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação