Vasco será novamente executado pela empresa fornecedora de alimentos Espetto Carioca

0
172

Clube devia R$ 2,9 milhões por fornecer alimentos

Após mais de um ano de disputa judicial e de um acordo para a quitação de dívida referente ao fornecimento de alimentos durante cerca de três meses ao clube Vasco, o Espetto Carioca não recebeu o valor negociado, que deveria ter sido pago em parcelas e está em atraso desde fevereiro deste ano.

O processo, iniciado em 2018, reivindicava o valor total dos serviços prestados, que chegava a R$ 2,9 milhões, mas, com o acordo entre as partes, ficou estabelecido que o clube cruzmaltino pagaria 40% a menos que a quantia inicial.

Ainda segundo determinações, cerca de R$ 1 milhão ficou retido, restando um residual de R$ 600 mil, que não foram honrados em sua totalidade. Entretanto, cláusula do acordo estipulava que, caso o clube não saldasse a dívida, a empresa poderia cobrar o valor inicial da dívida – cerca de R$ 2,9 milhões – conforme consta na decisão expedida pelo juiz Daniel Vianna Vargas, da 28ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ).

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação