Vendas de automóveis no Maranhão aumentam 34% em outubro se comparadas com as de 2016

0
638

AQUILES EMIR

Se comparados com o desempenho de até cinco anos atrás, os números sobre as vendas de veículos no Maranhão em outubro não dizem muita coisa, mas quando a comparação é feita com a do ano passado a avaliação é outra. Segundo dados da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), no mês passado foram comercializados no estado 6.330 veículos e isto representou um aumento de 2,13% na comparação com setembro, quando foram emplacados 6.195, e na comparação com outubro de 2016, a variação é um pouco maior, 6,12%, diante de um volume de 5.965.

Quando a comparação é feita pegando-se apenas o segmento de automóveis e comerciais leves a diferença começa a se retornar mais expressiva, numa demonstração de que o mercado realmente está reagindo, mas não deve passar disto. Os números da Fenabrave indicam que em outubro foram vendidas 2.423 unidades desses modelos contra 2.203 de setembro, ou seja, houve um aumento de 9,99%, porém quando a comparação é feita com outubro de 2016 a variação é de 30,06%, pois no mesmo mês do exercício passado foram 1.863 unidades desse segmento. Quando contados somente os automóveis, a diferença pula para 34,91% (veja quadro).

Ainda de acordo com a Fenabrave, na soma de todos os veículos – automóveis, comerciais leves, ônibus, caminhões, motos, tratores etc – o acumulado de dez meses deste ano é de 65.814 unidades emplacadas contra 69.636 do mesmo período no ano anterior, o que significa uma queda 5,49%, fenômeno que é explica, em parte, que retração do segmento duas rodas.

Para o gerente comercial de veículos Fiat do Grupo Saga, Moisés Amorim, não resta a menor dúvida de que o mercado reagiu, mas ele diz que ainda não dá para fazer festa. Segundo ele, boa parte das vendas contabilizadas para outubro foram efetivadas em setembro, mês que é um dos mais complicados para o comércio de São Luís por conta dos feriados da Independência e Aniversário da Cidade (dias 07 e 08), e este a junção das duas data resultou em quatro dias parados, ou seja, a primeira semana propriamente dita de setembro foi de apenas três dias, e isto compromete muito a atividades comercial.

A opinião é compartilhada por Ângelo Gusmão (foto), diretor comercial do Grupo Car, que revende as marcas Hyundai, Citröen,Peugeot e Foton. Segundo ele, o movimento do segundo semestre de setembro garantiu um bom número de emplacamentos em outubro, mas concorda que o mercado está reagindo, lenta, mas progressivamente e a tendência é se estabilizar e melhorar mais ainda.

Quanto ao desempenho da capital, foram 1.956 unidades em outubro contra 1.824 em setembro, ou seja, variação de 7,24%. Comparado com outubro de 2016, quando as vendas somaram 1.689, a variação passa a ser de 15,81%. No acumulado do ano, a capital tem uma volume de 18.287 unidades comercializadas contra 17.610 do ano passado, e isto significa dizer que as vendas aumentaram 15,81%.

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação