Sílvio Santos acusado de racismo por escolher intérprete de Caneta Azul

0
1760

Por escolher como melhor intérprete da música Caneta Azul, do maranhense Manoel Gomes, uma competidora branca contra a opinião da maioria dos internautas que optou por outra participante, de cor negra, Silvio Santos foi acusado de racismo nas redes sociais. Neste domingo (08), em seu programa no SBT, o empresário e apresentador botou quatro moças para interpretar a música. Cada uma recebeu R$ 500,00, mas outra, por sido escolhida por ele a melhor, levou mais R$ 500,00, o que foi suficiente para ser analisado como preconceito racial.

No Instagram, a participante preterida por Sílvio, Jennyfer Oliver, disse que ficou constrangida quando foi interrompida porque “a música era muito chata”, o que para ela é estranho, já que foi a produção que escolheu. “Era pra ser um programa de cantoras e sermos avaliadas pela qualidade vocal mas, infelizmente, no Brasil são poucos os programas de TV que levam a sério essa questão de qualidade, de artistas que realmente são bons”, lamentou, Jennyfer, que não pretende processar Silvio nem o SBT.
“A gente já ganhou o dinheiro, pagou as contas, o Silvio vai continuar rico e não vai adiantar nada ficar brigando pelo que a gente acha que tá certo, porque o certo hoje é errado e o errado hoje é o certo, vai ficar do mesmo jeito”.
Assista ao vídeo:
 (Com informações de O Dia)

 

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação