VLI amplia volume de embarques de manganês pelo Terminal Portuário São Luís

0
372

Empresa atinge marco histórico de exportações do minério

A VLI ampliou o volume de remessas de manganês para mercados externos por meio do Terminal Portuário São Luís (TPSL), no Maranhão. A empresa efetuou recentemente o embarque de 70.600 toneladas de manganês, provenientes do estado do Pará, com destino à China, superando o volume histórico de envios do minério efetuados pela companhia.

Com a ampliação da capacidade de embarque, o transporte de manganês que, até então, era realizado por navios cargueiros da classe Supramax, aptos a deslocar entre 50 mil e 60 mil toneladas de carga, passa a ser feito com embarcações da classe Panamax, de maior porte e qualificados a movimentar mais de 70 mil toneladas de carga.

Esta é a primeira vez que a VLI realiza operações de navios Panamax para o transporte de minério de manganês desde o início de suas operações, em 2010. A movimentação do produto até o

Terminal Portuário São Luís é realizada através da integração com a ferrovia, a partir do município de Marabá/PA.

O aumento do volume de remessas de manganês – material essencial na fabricação de ligas metálicas, como ferro-manganês, usadas na produção de aço – para o exterior evidencia a eficiência do terminal, operacionalizado pela VLI no Porto de Itaqui.

“Nosso objetivo é consolidar o Terminal Portuário São Luís também como referência para o embarque de Minério de Manganês. Em consonância com o poder público e com o empresariado regional, queremos explorar cada vez mais as potencialidades da nossa solução integrada (Terminal-Ferrovia-Porto), gerando eficiência, criando e compartilhando mais valor com os nossos clientes”, destaca Diego Zanella, gerente-geral Comercial da VLI.

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação