Maranhão volta a registrar no mês de setembro saldo negativo na geração de empregos

0
577

AQUILES EMIR

Depois de ter fechado o mês de agosto com um saldo de 1.734 postos de trabalho preservados, o Maranhão voltou a registrar saldo negativo na geração de empregos com carteira assinada no mês de setembro, segundo números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados nesta quinta-feira (19) pelo Ministério do Trabalho e Previdência (MTE).

Foram apenas nove os empregos perdidos, mas o desempenho quebra uma sequencia positiva que vinha sendo registrada desde junho quando os números começaram a mostrar uma recuperação na geração de empregos no Maranhão, depois do segundo semestre inteiro de 2016 e boa parte deste ano de saldos negativos.

O setor industrial, com uma perda 902 postos de trabalho foi o que mais contribuiu para esse desempenho negativo. Já o setor comercial, foi o que teve melhor saldo, com a preservação de 341 postos de trabalho. Veja os números:

Setores de Atividade Econômica Saldo de Setembro de 2017
Variação Absoluta Variação Relativa (%)
Extrativa Mineral 20 1,43
Indústria de Transformação -902 -2,27
Serviços Industriais de Utilidade Pública – SIUP -42 -0,69
Construção Civil 302 0,64
Comércio 341 0,24
Serviços 189 0,10
Administração Pública -21 -0,11
Agropecuária 104 0,47
Total -9 0,00

 

De acordo com os números do Caged, o saldo de setembro deve-se às 11.259 contratações contra 11.268 demissões. Com este resultado, o Maranhão passa a ter o desempenho positivo de 583 empregos preservados nos nove meses de 2017, período em que foram admitidas 110.846 pessoas contra 110.261 que ficaram desempregadas.

No acumulado dos 12 últimos meses, o saldo negativo ainda é muito alto, pois são mais de 7 mil postos de trabalho fechados. Nesse período, foram 143.947 admissões contra 151.561 demissões, o que dá um resultado de -7.614.

Capital – São Luís, ao contrário do balanço estadual, teve um saldo positivo. Conforme os dados do Caged, as admissões em setembro somaram 5.719 e as demissões 5.300, garantindo a preservação 419 postos de trabalho, porém a capital maranhense tem um acumulado negativo de 249 nos nove meses de 2017, resultado de 53.907 contratações e 54.156 dispensas.

O acumulado dos 12 meses em São Luís é de -4.063 empregos, já que nesse período foram contratadas 70.771 pessoas enquanto 74.834 tiveram seus contratos rescindidos.

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação