Bacurituba é o município do Maranhão com menos pessoas a serem vacinadas, apenas 25

0
130
Governo do Estado iniciou, nesta terça-feira (19), a vacinação de profissionais de saúde da rede estadual que atuam na linha de frente do combate ao coronavírus (Marcos Sampaio)

O Maranhão recebeu do Ministério da Saúde 164.240 doses da vacina desenvolvida pelo Instituto Butantã

AQUILES EMIR

Com uma população de 5.304 habitantes, Bacurituba, que, segundo o Boletim Epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde, tem 93 infectados pela covid-19, é o município que vai imunizar menos pessoas nesta fase inicial de vacinação, apenas 25, conforme tabela divulgada nesta terça-feira (19) pelo Governo do Estado. São Luís, com previsão de vacinar 18.266, fica na outra ponta, com maior número.

As 164.240 doses, suficientes para vacinar 78.223 pessoas começaram a ser distribuídas pelo Governo do Estado nesta terça. O primeiro lote da Coronavac destinado ao Maranhão chegou na noite deta segunda-feira (18) e os primeiros maranhenses foram imediatamente imunizados. Mais de 78 mil pessoas fazem parte do público-alvo nesta primeira etapa de vacinação.

O Maranhão recebeu do Ministério da Saúde 164.240 doses da vacina desenvolvida pelo Instituto Butantã para a vacinação de 78.223 pessoas. Cada pessoa receberá duas doses da vacina e uma reserva técnica foi disponibilizada pelo Ministério da Saúde a fim de garantir que as doses sejam suficientes.

De acordo com o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, neste momento será imunizada a população mais vulnerável e que está aglomerada. “Ao longo das próximas fases, outros grupos prioritários serão contemplados, mas por conta da quantidade pequena de doses que cada estado está recebendo, é muito provável que a partir do início da vacinação as doses venham a se esgotar em poucos dias.
Com o envio de mais doses pelo Ministério da Saúde daremos continuidade às próximas fases da campanha de vacinação”, ressalta o secretário Carlos Lula.

Doses começaram a ser distribuídas nesta terça-feira (Foto: Márcio Sampaio)

Por determinação do Ministério da Saúde, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) distribuirá apenas a primeira dose inicialmente. A entrega da segunda dose ocorrerá na terceira semana após a entrega da primeira. A segunda dose da Coronavac deve ser aplicada até o 28º dia após a aplicação da primeira.

A distribuição da vacina conta com o auxílio da Secretaria de Segurança Pública (SSP), que disponibilizou aeronaves para o deslocamento aéreo e escolta policial para o deslocamento por via terrestre.

“Além de acompanhar o deslocamento, vamos garantir em todas as cidades a proteção até o momento da aplicação em todas as pessoas que aguardam esse momento histórico, pois o que importa é salvar vidas e garantir que a vacina chegue aos maranhenses”, pontua o secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela.

Para alcançar a quantidade de doses destinadas a cada município, foram adotadas estimativas populacionais e de cadastro de bases de sistemas dentro de cada um dos grupos contemplados na primeira etapa da campanha de vacinação, conforme orientação do Ministério da Saúde.

Confira a quantidade de pessoas que devem ser imunizadas em cada município nesta primeira fase:

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação