Estados Unidos adiam novas sanções contra a Coreia do Norte

0
434

Os Estados Unidos adiaram uma nova rodada de sanções contra a Coreia do Norte que já estava pronta para impor, tendo em vista que a cúpula entre Donald Trump e Kim Jong-un esta de volta à agenda.

Na última quinta-feira, a Casa Branca divulgou um comunicado de Trump informando ao líder norte-coreano que estava cancelando a reunião bilateral em Cingapura marcada para 12 de junho. No entanto, no domingo, o presidente dos EUA disse que ainda queria se encontrar com Kim de acordo com o planejado anteriormente.

Nesta foto sem data que foi divulgada pela Agência Central de Notícias da Coreia do Norte em Pyongyang no dia 7 de Março de 2017, o líder da Coreia do Norte Kim Jong-un supervisou o lançamento de mísseis balísticos das unidades da artilharia de Hwasong das Forças Estratégicas do Exercito Popular da Coreia

De acordo com o The Wall Street Journal, os EUA estavam prontos para impor um regime de sanções mais rigoroso nesta terça-feira, mas decidiu adiar as restrições após a decisão de Trump de reativar as negociações para a reunião com Kim Jong-un.

As tensões na península coreana diminuíram significativamente no começo do ano, mas a situação entrou em uma nova fase de incerteza quando os Estados Unidos e a Coreia do Sul retomaram os exercícios militares conjuntos, o que Pyongyang classificou como uma provocação e uma ameaça.
As Nações Unidas e vários estados liderados pelos Estados Unidos impuseram várias rodadas de sanções contra a Coreia do Norte após Pyongyang declarar-se uma potência nuclear em 2005 e se retirar das negociações sobre a desnuclearização quatro anos depois.
(Agência Sputnik)
Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação