Flávio Dino participa de evento sobre desenvolvimento da Amazônia

0
143

Governador foi um dos palestrantes do evento virtual esta segunda-feira

O governador Flávio Dino participou de evento da Wilson Center – Centro de Pesquisa Americano, que discutiu o papel dos governos estaduais no fortalecimento e desenvolvimento sustentável na Amazônia. Flávio Dino foi um dos palestrantes do evento virtual, na manhã desta segunda-feira (25).

O evento foi promovido pelo Instituto Brasil e contou ainda com painel sobre oportunidades e desafios para captar investimentos e promover o crescimento da floresta brasileira.

“Quando falamos de economia e recuperação verde, falamos de um caminho imprescindível e emergencial. Sabemos do debate geral sobre segurança climática, sustentabilidade, aquecimento global, mudanças climáticas e biodiversidade. Tudo isso encontra concretude nesse abismo que há entre compromissos genericamente anunciados, compromissos generosos e importantes, e a realidade tão dura que estamos vivendo no Brasil, especialmente na Amazônia”, avaliou o governador Flávio Dino.

O governador destacou as expectativas para os debates da 26ª Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas (COP-26). O evento vai reunir países do mundo todo, sob coordenação da Organização das Nações Unidas (ONU), para debater questões climáticas, de 1º a 12 de novembro, em Glasgow, na Escócia.

“Desejo que a COP 26 seja um farol, capaz de dirigir decisões em esfera global, mas também, de inspirar novas iniciativas no Brasil, para que essa distância entre aquilo que nós desejamos e o que nós vemos, possa ser reduzida”, pontuou Flávio Dino.

O governador do Maranhão destacou o Plano de Recuperação Verde (PRV), coordenado pelo Consórcio de Governadores da Amazônia Legal.

“O nosso objetivo ao apresentar o Plano de Recuperação Verde é ter uma contribuição específica dos Estados, nesse processo de superação da tão profunda crise brasileira”, frisou.

O Plano de Recuperação Verde (PRV) se tornou um agente central nos debates pró-Amazônia. A medida consiste num conjunto de iniciativas para reconstrução da Amazônia, com ações nos eixos do desmatamento, desenvolvimento sustentável, tecnologia verde e infraestrutura. Paralelamente, o destino da Amazônia passou a definir a posição do Brasil no mundo e sobre seu relacionamento com outras nações.

O Instituto Brasil é uma instituição política, com foco no Brasil em Washington. Atua pela promoção da compreensão da realidade do Brasil e em apoio a relações mais consequentes entre instituições brasileiras e americanas, em todos os setores. A entidade desenvolve o Programa de Mudança Ambiental e Segurança (ECSP), que explora conexões entre mudança ambiental, saúde e dinâmica populacional e suas ligações com conflito, insegurança humana e política externa.

Palestraram no evento o governador do Pará, Helder Barbalho; a professora associada de Economia da Universidade de São Paulo, Laura Carvalho; e o administrador adjunto do Escritório da América Latina e do Caribe, Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID), Michael Eddy. Os debates foram mediados pela vice-diretora do Programa para a América Latina, Open Society Foundations, Heloisa Griggs.

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação