Justiça espanhola suspende sessão plenária do Parlamento da Catalunha

0
577

O Tribunal Constitucional espanhol suspendeu com uma medida cautelar a sessão plenária do Parlamento da Catalunha prevista para a próxima segunda-feira com objetivo de declarar a independência da região, após o referendo secessionista no domingo passado. A informação é da Agência Télam.

A suspensão feita pelo Tribunal Constitucional espanhol se deu em resposta a um recurso apresentado nesta quinta-feira (05) pelo Partido Socialista da Catalunha (PSC) antes da convocação do plenário.

O presidente do governo catalão, Carles Puigdemont, anunciou sua disposição em comparecer na próxima segunda-feira perante o plenário do Parlamento regional para avaliar os resultados e os efeitos do referendo com a declaração de independência da Catalunha sobre a mesa.

Embora a agenda do dia do Parlamento não mencione especificamente que o mesmo vá declarar a  independência , o CUP, um partido pró-independência de esquerda, disse que é intenção do plenário proclamar a independência catalã.

Separação – O movimento separatista catalão não é de hoje. Mas o conflito histórico vem ganhando novos contornos nos últimos meses, após Puigdemont se mostrar decidido a levar o processo até o fim.

Pesquisas mostram que, na Catalunha, a maioria da população é favorável a um referendo oficial que consulte as pessoas sobre a independência catalã. Há quem defenda ainda que o referendo deveria consultar a opinião de todos os espanhóis sobre o tema, e não apenas os catalães. Não há consenso sobre o que de fato deveria ser feito.

(Agência Télam)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação