Sampaio apenas empata com a Ponte Preta em Campinas e permanece na lanterna da Série B

0
346

O Sampaio Corrêa segurou o empate contra a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli, em Campinas (SP), neste sábado (08), mas continua na lanterna da Série B. Com o empate, a Ponte segue na 10ª posição, com 35 pontos, e o Sampaio é o último, com 22.

O primeiro tempo foi marcado pelo equilíbrio. Pelo lado da Ponte, Júnior Santos teve duas oportunidades de marcar, mas acabou desperdiçando uma chance clara, cara a cara com o goleiro Andrey. Já o Sampaio Corrêa buscou valorizar a posse de bola, mas quase não assustou o gol de Ivan.

No segundo tempo, a Ponte Preta ficou muito perto de abrir o placar aos 16 minutos, mas Danilo Barcelos cobrou o pênalti na trave. Na reta final, o Sampaio Corrêa pressionou e criou as principais chances de gol. Apesar da pressão, o Tricolor esbarrou nas grandes defesas de Ivan, que garantiu o empate sem gols.

Outros resultados – O Vila Nova venceu o Coritiba, no Serra Dourada, em Goiânia (GO), por 2 a 1 e se aproximou do G-4. Com 40 pontos, o time goiano diminuiu para dois a diferença para o Goiás-GO, quarto colocado. Com 36, o Coxa segue em nono.

O placar foi aberto aos 17 minutos. De pênalti, Alex Henrique marcou e aos 29, após cruzamento da esquerda, Elias emendou e não deu chances a Wilson, 2 a 0. O Coxa respondeu ainda no primeiro tempo e, aos 44 minutos, Thalisson Kelven descontou no rebote.

CSA-AL vence o Figueirense por 2 a 1 no Orlando ScarpelliO CSA aproveitou a derrota do Fortaleza por 2 a 0 diante do Criciúma para encostar no líder. Em Florianópolis (SC), o time alagoano venceu o Figueirense por 2 a 1, de virada, e diminuiu a diferença para apenas um ponto. Também pela 26ª rodada, o São Bento superou o Juventude por 2 a 0 em Caxias do Sul (RS). No outro confronto direto contra o rebaixamento, o Londrina levou a melhor contra o Brasil de Pelotas por 1 a 0.

No Orlando Scarpelli, o Figueirense tomou a iniciativa e pressionou o CSA. A estratégia surtil efeito e, aos 10 minutos, Elton marcou de cabeça, 1 a 0. A resposta alagoana veio aos 25 minutos. Matheus Lopes aproveitou escanteio e, dentro da pequena área, empurrou para o fundo das redes, 1 a 1. A virada do vice-líder veio aos 31 minutos do segundo tempo. Dawhan arriscou de fora da área e contou com a ajuda do goleiro Denis para fechar o marcador em 2 a 1.

No Heriberto Hülse, o líder Fortaleza ficou muito perto de abrir o placar logo no primeiro minuto de jogo, mas Luiz fez grande defesa e impediu o gol relâmpago de Bruno Melo. Após o susto inicial, o Criciúma respondeu e, de pênalti, Zé Carlos colocou o Tigre na frente. No segundo tempo, Vitor Feijão deixou o dele e sacramentou a vitória por 2 a 0. Com 32 pontos, o time catarinense (14º) abriu quatro de vantagem para o Z-4.

No Alfredo Jaconi, o Juventude iniciou a partida com mais volume de jogo, mas foi o São Bento que foi para o intervalo na frente. Aos 22 minutos, Matheus Cavichioli pegou o rebote do goleiro e finalizou entre dois zagueiros para abrir o placar, 1 a 0. Na reta final, Francis repetiu a dose e garantiu o triunfo dos visitantes no duelo direto contra a degola. Com a terceira vitória consecutiva, o time paulista soma 34 pontos, na 11ª posição.

No Estádio do Café, o Londrina contou com o faro de gol apurado de Dagoberto para abrir o marcador. Nos acréscimos do primeiro tempo, o atacante confirmou a boa fase e fez de pênalti, 1 a 0. Com um jogador a mais, após a expulsão Éder Sciola, o Tubarão controlou as ações no segundo tempo e manteve a vantagem até o final. Com 33 pontos, o time paranaense ocupa a 13ª posição.

(Da CBF com foto principal de PontePress/FábioLeoni)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação