Vale admite possibilidade de vítimas em rompimento de barragem em Minas Gerais

0
1067

Informações indicam que rejeitos atingiram a área administrativa

LUCIANA NASCIMENTO

A mineradora Vale do Rio Doce divulgou nova nota sobre o rompimento da barragem que aconteceu nesta sexta-feira (25) em Brumadinho (MG), na qual admite a possibilidade de vítimas no episódio. “Havia empregados na área administrativa, que foi atingida pelos rejeitos, indicando a possibilidade, ainda não confirmada, de vítimas”. Até o momento, nenhum órgão público confirmou mortes no local. 

Segundo o comunicado da mineradora, parte da comunidade da Vila Ferteco também foi atingida. O grupo não explicou ainda as causas do acidente. A nota confirmou que o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil seguem no local realizando o resgate das pessoas. 

Mais cedo, a Vale havia divulgado outra nota. “As primeiras informações indicam que os rejeitos atingiram a área administrativa da companhia e parte da comunidade da Vila Ferteco. Ainda não há confirmação se há feridos no local. A Vale acionou o Corpo de Bombeiros e ativou o seu Plano de Atendimento a Emergências para Barragens”, informou a empresa.

Lamento – O presidente Jair Bolsonaro lamentou em mensagem no Twitter, o rompimento da barragem. “Lamento o ocorrido em Brumadinho-MG. Determinei o deslocamento dos ministros do Desenvolvimento Regional [Gustavo Canuto] e Minas e Energia [Bento Costa Lima], bem como nosso secretário Nacional de Defesa Civil [Alexandre Lucas] para a região”, afirmou o presidente na rede social.

“O ministro do Meio Ambiente [Ricardo Salles] também está a caminho. Todas as providências cabíveis estão sendo tomadas”, escreveu o presidente. “Nossa maior preocupação neste momento é atender eventuais vítimas desta grave tragédia”, completou.

O secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, Alexandre Lucas, informou à imprensa que está a caminho do município mineiro. “Todo o governo federal já está mobilizado para atuar no socorro e na resposta ao rompimento da barragem de Brumadinho. Uma equipe da Defesa Civil Nacional chefiada por mim já está se deslocando para a região para apoiar as operações do estado e dos municípios”, disse Lucas, em declaração divulgada pela assessoria de imprensa da secretaria.

(Agência Brasil)

Compartilhe
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação