Agrônoma maranhense é nomeada chefe-geral da Embrapa Cocais

0
583

A pesquisadora Maria de Lourdes Mendonça Santos Brefin (no registro sendo homenageada pela Associação dos Engenheiros Agrônomos do Rio de Janeiro – AEARJ) assumiu, nesta quinta-feira, 1º de setembro, o cargo de chefe-geral da Embrapa Cocais (São Luís-MA) para o triênio 2016-2019. Maria de Lourdes sucede ao pesquisador Valdemício Ferreira de Sousa que chefiou a Unidade de 2010 a 2016.

O processo de seleção que levou à escolha da pesquisadora durou cerca de três meses e considerou quesitos como alta competência técnica e vasta experiência em gestão, entre outros. O nome da nova chefe-geral foi anunciado pela Diretoria-Executiva da Embrapa no dia 17 de agosto.

A pesquisadora, nascida no Maranhão, ingressou na Empresa em 1990 na Embrapa Solos (Rio de Janeiro-RJ). Ao longo de 26 anos, Maria de Lourdes adquiriu vasta experiência na área da pesquisa liderando diversos projetos nacionais e internacionais de pesquisa. Foi supervisora de Inovação Tecnológica, coordenou o Núcleo de Apoio a Projetos (NAP) e fez parte do Comitê Técnico Interno (CTI) e do Comitê Local de Publicação (CLP).

“Estou bastante motivada para consolidar a imagem da Embrapa no Maranhão, meu estado de origem, e para ajudar a construir um novo patamar na história deste Centro Ecorregional, com base na Ciência e Tecnologia”, disse Lourdes Mendonça. Segundo a nova chefe, o contato com atuais e novos parceiros no Estado para o estabelecimento de agenda de cooperação será uma das primeiras ações de sua gestão.

A cerimônia de posse da nova gestora será realizada em data ainda a ser definida pela agenda do presidente, que faz questão de estar presente na solenidade em São Luís.

Maria de Lourdes Mendonça Santos Brefin é graduada em Agronomia pela Universidade Estadual do Maranhão (1986), mestre em Ciências do Solo pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (1990), mestre em Ciências Ambientais pela École Polytechnique Fédérale de Lausanne, na Suíça (1995), e doutora em Ciências, Pedologia e Geomática pela mesma instituição (1999). Possui pós-doutorado em Mapeamento Digital de Solos pela The Sydney University, na Austrália.

Sempre desenvolveu pesquisas na área de Solos em interface com Geomática, especialmente nas áreas de Pedologia Quantitativa e Modelagem Solo-Paisagem através de Mapeamento Digital de Solos. Tem atuado fortemente no âmbito internacional, participando e formando redes de pesquisa. É membro da Sociedade Brasileira de Ciência do Solo e de seu Comitê Editorial e também do Intergovernamental Technical Panel on Soil (ITPS), da Aliança Mundial para o Solo (AMS) da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO).

Compartilhe
Aquiles Emir
Editor chefe da Revista e do site do Maranhão Hoje. Sócio-proprietário da Class Mídia – Marketing e Comunicação